sábado, 26 de setembro de 2009

Últimas Considerações Sobre o Assunto.

Talvez o meu jeito, as minhas preferências, a minha personalidade ou o meu ponto de vista possam te incomodar. Mas estamos no mesmo mundo com o mesmo propósito: VIVER! E Deus nos deu a vida, que é individual. Eu tenho a minha e farei dela o que eu bem entender e achar melhor.
Viver a tua vida te trará dor de cabeça e preocupações o suficiente para te fazer esquecer de mim e do meu jeito que tanto te atrapalha.
Já estou cansada de ouvir frases distorcidas a meu respeito saindo de bocas que eu nem conheço ou mal conheço. O que essas pessoas têm a ver com a minha vida, eu também não sei. O que torna isso um absurdo. Mas infelizmente estamos num mundo que ainda está se desenvolvendo, assim como os primatas que o habitam, que ainda não aprenderam o que é “liberdade de expressão”.
Não escondo de ninguém o que eu sou e o que eu deixo de ser. E deixando bem claro: eu não sou perfeita. Não cobre de mim algo que não posso fazer!
É, eu não sou um exemplo nem a bonequinha de porcelana de ninguém. Até porque eu tenho sangue. E certas horas esse sangue SOBE e quando ele subir, não queira estar por perto.
E ao contrário de que muitos pensam, não sou de ficar chorando pelos cantos, sofrendo pelo leite derramado.
Aconteceu? Então é porque tinha que ser. Tentar seguir em frente é o próximo desafio. Porque a vida nos põe obstáculos que são difíceis de superar. Nem todos você pode pular ou simplesmente dar a volta pelo lado e ultrapassar. Certos obstáculos, você fica ali bolando teorias e teorias e acaba utilizando a que você menos esperava...
Sou incrivelmente volúvel. Então em um segundo posso te amar e no outro não te agüentar mais. Não sou fácil de lidar.
Talvez por ter esse jeito meio estressado e louco que não são todos que gostam.
Também tenho meus momentos que sou incrivelmente agradável, faço TUDO para ver alguém sorrir. Sou complicada, eu sei. Mas felizmente, eu tenho quem goste de mim, quem me ature. E são para essas pessoas que eu vou viver, são esses sorrisos que eu quero ver.
E lembre-se: Às vezes, quando a gente pensa que não tem NADA, tem TUDO.
Fica a dica.


Dica:
Uma amiga pediu para eu ouvir e eu ADOREI.
Tá, é meio emo, meio estranho, meio África (em Beside You), meio Mc Fly (em All to Myself), e de gosto duvidoso.
Não faço a mínima idéia se é uma banda conhecida e eu era a única que não conhecia, ou não.
Mas, vale a pena ouvir Marianas Trench.
Para os romantico, baixe Good to You e Beside You  e para os alegres, vale a pena ouvir All to Myself.

Beijo pra quem fica.


2 comentários:

  1. Pois é, isso me leva a seguinte citação: Agora eu vou cuidar da minha saúde, porque da minha vida muita gente está cuidando.

    Te seguindo agora

    ;*

    ResponderExcluir

Chute o pau da barraca, solte a boca no trombone, vamos lá.